Exclusivo: Acusado de matar fiscal da Sefaz, mente e diz que agiu em legitima defesa

Jak Douglas, acusado de matar o fiscal da Secretaria Estadual da Fazenda do Maranhão, José de Jesus Gomes Saraiva, contrariando o que foi amplamente divulgado, inclusive com filmagens, disse hoje (17) durante depoimento ao Juri, que acontece nesse momento no Fórum Desembargador Sarney Costa, que agiu em legitima defesa, e que o fiscal estaria armado.

O crime que ocorreu em 2014 abalou os moradores do Vinhais, onde Saraiva, viveu a vida inteira e sempre foi muito bem quisto pelos moradores.

Jak Douglas, conhecido como Pinheiro, é acusado de assassinar com três tiros, no dia 19 de novembro de 2014, o fiscal da Secretaria Estadual da Fazenda do Maranhão, José de Jesus Gomes Saraiva.

O acusado pela prática do crime de homicídio triplamente qualificado, foi preso na cidade de Paulo Afonso, no interior da Bahia, ano passado.

Saraiva, como era conhecido, fiscalizava uma carga ilegal de 1.300 fardos de arroz, avaliada em R$ 100 mil, que vinha de Santa Catarina para São Luís, e seria entregue para a empresa Pinheiro Comércio e Alimentos Ltda, com sede fictícia na Avenida Principal do Povoado Maracujá.

Um vídeo obtido pela polícia ajudou a esclarecer o crime. O vídeo mostra o carro da Sefaz conduzido pelo fiscal passando pela Avenida Principal da Vila Maracujá até um lugar sem saída.

Em seguida, aparece um veículo Strada, conduzido pelo acusado, que sai do carro e dispara três vezes contra a vítima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>