Serviço porco: Reconstrução da Avenida Gen. Artur Carvalho não durou 2 meses.

Quem é obrigado a passar pela Avenida General Artur Carvalho, na região limítrofe de São José de Ribamar, tem notado a péssima qualidade dos serviços executados pela prefeitura. Em toda a extensão da avenida, o que se vê é muito buraco e lama, algo inacreditável para uma via que foi totalmente recuperada há menos de dois meses.

Em maio deste ano, as maquinas da secretaria de Obras do Município realizaram a recuperação da avenida, que liga o bairro do Miritiua à Beira rio. Nas redes sociais da prefeitura, fotos foram postadas com as seguinte informação: “Reconstrução a todo vapor no Bairro do Miritiua.”

A prefeitura não informa o valor gasto nessa operação, mas calcula-se que alguns milhares de reais viraram lama, já que dois meses após informar que a Avenida estava sendo reconstruída, quem passa por lá hoje, vê lama e buraco onde a prefeitura garante que recuperou com asfalto.

No bairro, o trabalho da prefeitura virou piada. “Estão trazendo borra de café e colocando no lugar de asfalto, é a única explicação. É só cair uma chuva que some tudo.” Ironizou Carlinhos, morador da região.

Já o comerciante José Meirelles não vê nenhuma graça no desperdiço de dinheiro. “É uma vergonha saber que o prefeito que se julgava tão sério se preste a fazer um serviço porco desse. A recuperação dessa avenida não durou dois meses, estão jogando nosso dinheiro na lama.” Lamentou o comerciante.

O serviço de péssima qualidade já foi classificado pela população, que criou até selo para reprovar: “serviço porco”

Nas redes sociais, já foi criado até um selo de qualidade para o péssimo serviço executado pela prefeitura. Quando os internautas identificam algum serviço mal feito, carimbam com o selo de “Serviço porco.”

Parece engraçado, se não fosse trágico..

FERRANDO COM A CULTURA: Secretário de Cultura chama artista ribamarense de mentiroso.

O Secretário de Cultura do município de São José de Ribamar, Edson Calixto, através da equipe de assessoria de comunicação, divulgou nota  na qual qualifica o conceituado artista ribamarense Dudu N’Gandaya como mentiroso. Na nota, o Secretario afirma que apenas Dudu não se recadastrou, e que o edital foi amplamente divulgado.

Nas redes sociais, diferente do que afirma Calixto, vários artistas reclamaram que não tomaram conhecimento do edital que disciplinou sobre o período de recadastramento.

O MC Carlos Afonso, que já se apresenta nas festividades do município há alguns anos e recentemente foi demitido da rádio Tropical FM,  a pedido do prefeito Luís Fernando, afirmou em um grupo de whatsApp que também não tomou conhecimento do recadastramento, e que foi excluído da relação de artistas que se apresentarão no período junino.

Leia nota do secretário de cultura na íntegra.

Nota de Esclarecimento

Não são verdadeiras as informações veiculadas pelo cantor, artisticamente conhecido por Dudu N’Gandaia. O edital de credenciamento de número 01/2017, publicado no Diário Oficial, na página da prefeitura de São José de Ribamar, no mural da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (SEMTUR), chegou ao conhecimento de todos que fazem a cultura no município e até mesmo em outras cidades.
Conforme ocorre comumente, todos que lidam com as manifestações folclóricas, além de terem sido informados sobre o edital, submeteram-se aos procedimentos de credenciamento e habilitação para participarem da festa junina que será realizada doravante pelo Município.
Tanto é verdade que dos 31 grupos, cantores e bandas, avisados e cadastrados pela SEMTUR, por meio das publicações de costume e através de contatos com da equipe da Secretaria, somente três  não se credenciaram, dois por não terem interesse no período junino e apenas o artista supracitado, autor das informações inverídicas, ou seja, somente um, não se credenciou.

Edson Calixto

Secretário Municipal de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer

Leia tambem:

Artista ribamarense publica carta em repúdio à política de desvalorização cultural da gestão Luís Fernando

Ferrando com a cultura: Luís Fernando lança edital que diminuirá incentivo para agremiações no São João e Lava-Bois

Indignados, servidores da saúde realizam protesto contra gestão de Luis Fernando

Servidores de São José de Ribamar indignados.

Servidores concursados do setor da saúde do município de São José de Ribamar estão realizando, neste momento, um protesto pacífico contra a gestão do prefeito Luis Fernando Silva (PSDB).

Ontem, além de cometer inúmeros erros relacionados ao pagamento da folha de pessoal, o tucano, sem dar nenhuma explicação, retirou dos concursados vários benefícios contidos no Plano de Cargos, Carreiras e Salários, tais como insalubridade, adicional de qualificação, auxílio alimentação, dentre outros.

Com apitos e faixas – com a frase “Luis Fernando – Chegou, Chegando. Retirando Todos os Direitos Adquiridos pelos Concursados” – os servidores caminharam pela Avenida Gonçalves Dias, principal da sede da cidade, e se reuniram em frente a Câmara de Vereadores.

No local, eles foram recebidos por alguns vereadores, dentre eles Manoel do Nascimento, que prestou total solidariedade à categoria.

“Direitos adquiridos não podem ser suprimidos. Isso é absurdo. Apoio e estou com vocês, funcionários concursados”, afirmou o parlamentar, que também é Agente Comunitário de Saúde.

Luís Fernando levou pressão dos servidores indignados com pagamentos inferiores aos recebidos por direito.

Agora a pouco, quem apareceu na Câmara foi o próprio Luis Fernando. Ele se deslocou ao local não para conversar com os manifestantes, mas para participar da sessão solene de reabertura dos trabalhos legislativos.

Em tom áspero, o tucano debochou dos concursados ao afirmar que estava surpreso com o movimento anunciado desde ontem.

Além disso, disse apenas que está tentando regularizar a situação e o que for de direito será pago.

Os servidores concursados continuam reunidos na Câmara Municipal. Mais informações em instantes.

LEIA TAMBÉM:

Após “catracada” de vereador, secretário manda abrir portão da Secretaria de Saúde de Ribamar

Funcionários da Prefeitura de São José de Ribamar denunciam pagamentos dos salários menores que R$ 50 reais

 

Após “catracada” de vereador, secretário manda abrir portão da Secretaria de Saúde de Ribamar

O clima em São José de Ribamar está cada vez mais tenso. Ontem (01), um grupo de funcionários que protestava na frente da Secretaria de Saúde, em busca de explicação pelos valores pagos em seus contra-cheques foram proibidos de entrar no órgão.

Durante a manha inteira, de acordo com o porteiro, existia um “decreto” que proibia a entrada de qualquer pessoa que não fosse autorizado pelo secretario de saúde.

Indignados, os funcionários buscaram apoio junto ao vereador Paulo Alencar (Pros), que de imediato, atendeu a solicitação dos servidores e entrou em contato com Tiago Fernandes.

O secretario não se sensibilizou com os pais de família que buscavam por explicação, mas bastou uma ligação de um vereador, pra culpa cair pra cima do vigia.

Em áudio conseguido com exclusividade pela nossa reportagem, o secretario se justifica para o vereador.

“Paulo, foi uma atitude errada lá do vigia, que mandou fechar, tá? Porque o pessoal tava gritando, mas já mandei abrir e já tá aberto, porque o pessoal já me disse lá na garagem, oh, no estacionamento.” Justificou-se o secretario.

Uma servidora publicou um desabafo nas redes sociais.

“Hoje após anos de trabalho fui impedida de entrar na secretaria de saúde de São José de Ribamar. Um decreto-ordem e o vigia impedindo a entrada de ex-funcionários (embora concursada ) e da população. Esperei pacientemente para entregar minha documentação de mestrado.. mas não pude ter acesso a este orgao publico. Sinceramente, eu esperava mais dessa gestão. Aonde chegamos? Passar em concurso para não poder ter acesso nem a minha secretaria de saúde. Olha que se não tivéssemos filmado, quem sabe passaríamos por “pescadores” daquelas das historias sem fundamento. Precisou os vereadores intervirem para que as portas fossem abertas. Vergonha.” Desabafou a servidora.

Protesto Programado pra hoje.

Nas redes sociais, servidores concursados começaram a se mobilizar para protestar hoje (02), a partir das 14hs, no Centro de São José de Ribamar.

Leia também:

FUNCIONÁRIOS DA PREFEITURA DE SÃO JOSÉ DE RIBAMAR DENUNCIAM PAGAMENTOS DOS SALÁRIOS MENORES QUE R$ 50 REAIS.