Com coordenação do secretário Ivaldo Rodrigues, Feirinha São Luís é sucesso.

Secretário Ivaldo tem sido aprovado pela excelente gestão à frente da Secretaria de Abastecimento e Pesca de São Luís

Uma nova janela de escoamento da produção local, a terceira edição da Feirinha São Luís, realizada pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), funciona como vitrine para os produtos agrícolas cultivados na Ilha de São Luís. O espaço, que também contempla artesanato, artes plásticas, gastronomia, literatura e apresentações culturais, conta com a parceria do Governo do Estado.

Para o titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues, o escoamento da produção local, assim como a geração de emprego e renda, principais objetivos da Feirinha São Luís, foram alcançados com ajuda do público que abraçou a iniciativa da Prefeitura. “A ideia surgiu por orientação do prefeito Edivaldo, da necessidade de novos canais para comercialização da produção rural da nossa capital, que é muito rica em agricultura, e unimos com a vontade de reocupar o Centro da capital aos fins de semana, durante a manhã. Já vemos clientes fiéis, que estão presentes em todos os eventos e sempre chamando mais alguém para prestigiar”, informou Ivaldo Rodrigues.

CULINÁRIA

A variedade da culinária regional é marcante no projeto. São oferecidos ao público caldos diversos, bolos, doces em compotas, geleias, queijos, tortas salgadas, frutos do mar, mocotó, e outros ítens que podem ser consumidos por preços acessíveis. “A presença maciça da população e turistas está sendo muito importante, pelo intercâmbio sociocultural, pois além de poderem apreciar as apresentações culturais, fortalecidas durante o período junino, podem também degustar da nossa gastronomia ímpar, com comidas típicas, ou guloseimas que comumente são oferecidas em feiras livres da capital, como os tradicionais pasteis recheados, acompanhados de caldo de cana, entre tantas outras opções, e depois fazer um passeio pelo Centro Histórico”, frisou o secretário Ivaldo Rodrigues.

São Luís tem uma grande quantidade de agropolos e comunidades produtivas, gerando vasta variedade frutífera, além de hortaliças leguminosas, folhagens e verduras, cultivadas de forma agroecológica, ou seja, sem o uso de fertilizantes que agridem o solo, água e meio ambiente. As produções são de pequeno porte e geralmente realizadas por famílias da zona rural.

Reginaldo Fonseca Cantanhede é produtor agrícola de Paço do Lumiar, ele cultiva tangerina, mamão, abricó, maracujá, abacate, manga e goiaba. “Estou aproveitando esse espaço dado para poder escoar a produção também aos domingos, pois não podemos perder a oportunidade de fazer uma renda extra para a nossa família. O retorno tá sendo proveitoso, à cada domingo, acredito que a venda gira em torno de 400 quilos de produtos na minha banca”, constatou Reginaldo.

ARTE E ARTESANATO

As mentes criativas do Maranhão, que produzem obras de arte e artesanato, também tem seu espaço reservado nas bancas da Feirinha São Luís. Estão à venda bolsas, camisas, tapetes, redes, chapéus, porta objetos, bonecas soulvenirs, e outros ítens.

Nascida em uma família que já está na sétima geração de rendeiras, a artesã Maria Edwanda Oliveira, executa a técnica da renda de bilro, que aprendeu os sete anos de idade com sua mãe. “A paixão e vontade de ser rendeira tá no sangue, eu me realizo fazendo esse trabalho, me sinto muito bem e faço por amor. O surgimento dessa feira foi bom demais, pois é mais um dia para poder vender nossa arte e ganhar uma renda extra, para contribuir em casa”, afirmou.

Maria Nivanilde Santos, faz artesanato utilizando como material a palha do buriti, técnica que ela aprendeu há 9 anos, e desde então não parou mais. “Quando a gente aprende um ofício, não quer mais largar, tive muitas mudanças boas na minha vida desde então. Além de poder todo dia aprender coisas novas e usar a imaginação para criar e imprimir a personalidade no artesanato, podemos realizar troca de experiências, conhecendo novas pessoas e agregando mais cultura, como em um projeto como esse da Feirinha São Luís, antigamente não tinha um lugar assim com tanto cliente no domingo para comprar nosso trabalho, tá sendo lucrativo expor nossa arte aqui”, disse a artesã.

Na Barraca do Chef dessa edição, que dá espaço a nomes reconhecidos da culinária maranhense e apresenta ao público pratos diferenciados, tradicionais e novidades, quem comandou o espaço neste domingo foi a chef Cila Brandão, da Budegaria.

CULTURA

Nessa edição, a diversidade deu o tom, iniciando com o Centro de Capoeira Angola Matroá, que trouxe uma mistura do som do berimbau com matracas de bumba meu boi; na sequência, o couro aquecido do tambor de crioula Arte Nossa fez a alegria do público; a Banda do Bom Menino deu continuidade à festividade que teve ainda o sotaque de orquestra do boi Brilhoso do Sol e Mar, a quadrilha Mocinha do Sertão e o forró Pé de Serra, que não deixou ninguém parado.

Participam da feirinha 11 polos que comercializam produtos diversos a preços competitivos distribuídos em 61 barracas, sendo 25 para produtores rurais, 25 para artesanato e 11 para gastronomia.

A iniciativa reúne órgãos municipais, Banco do Nordeste, Governo do Estado, Supermercados Mateus, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Associação Comercial do Maranhão (ACM). Apoiam ainda o evento, o Senac, a Academia Maranhense de Letras, e a Arquidiocese de São Luís.

Ivaldo Rodrigues ganha espaço e já é cogitado como nome para disputar prefeitura em 2020

Glaucio Ericeira – Dentre os secretários da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), ele, sem dúvida, é o que vem obtendo maior destaque.

Seu trabalho à frente da pasta da Agricultura, Pesca e Abastecimento vem refletindo positivamente em todos os setores da sociedade de São Luís.

O vereador licenciado Ivaldo Rodrigues, um pedetista histórico que contribuiu, ao longo dos anos, para a consolidação do partido no estado, implementou um ritmo dinâmico de trabalho na SEMAPA desde o início do ano.

São ações pontuais; programas e projetos; e obras importantes, como reformas e recuperação da infraestrutura de feiras e mercados, que alavancaram o setor e deram mais oportunidade a todos os agentes envolvidos — pequeno agricultor, comerciantes em geral e, é claro, o consumidor.

O projeto “Feirinha São Luís”, que vem sendo realizado todos os domingos na Praça Benedito Leite, no Centro da capital, é sucesso de público e tornou-se referência para prefeituras do Maranhão e até para o Sebrae de São Paulo, que pretende leva-lo para outras capitais brasileiras.

Ivaldo já afirmou que, em 2018, seu projeto político é trabalhar, tão somente, para eleger o deputado federal e presidente do PDT no Maranhão, Weverton Rocha, senador.

Portanto, não irá tentar alçar voos mais altos.

Mas o bom trabalho realizado como gestor público, seu fácil traquejo político e sua habilidade de articulação já o colocam na condição de pretenso pré-candidato do Partido Democrático Trabalhista à sucessão do prefeito Edivaldo, em 2020.

É aguardar e conferir.

Ivaldo Rodrigues descarta disputar eleições em 2018, mas garante força para 2020.

O vereador licenciado e atual Secretário de Agricultura, Pesca e Abastecimento de São Luís, Ivaldo Rodrigues (PDT), concedeu entrevista ao jornal  Quarto Poder desta quarta-feira (12), e fez uma avaliação da sua carreira política, como vereador, e recentemente, como auxiliar do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr. (PDT).

Ivaldo falou de projetos importantes, e destacou o projeto de lei que criou o Cartão Criança, que garantiu dignidade as crianças usuárias do transporte público. “Tenho a segurança de que foi a lei mais importante que criei, pois hoje as crianças não passam mais por baixo da catraca dos coletivos ou terminais de integração que era uma humilhação do ponto de visto pedagógico.”

Questionado sobre o seu futuro político, Ivaldo foi enfático em afirmar que não disputará vaga na Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, como foi ventilado na mídia recentemente, mas fez questão de garantir que em 2020 voltará a disputar eleições rumo à Câmara Municipal.

O vereador licenciado também saiu em defesa dos vereadores Beto Castro (PROS) e Honorato Fernandes (PT), que protagonizaram cenas de ofensas e acusações mútua.

“Isso acontece, faz parte da democracia e do debate, não creio que isso diminua os parlamentares envolvidos, eu mesmo já fui protagonista de vários debates na Câmara, e faz parte do processo da vida política. Essas discussões acontecem em parlamentos do mundo inteiro.” Destacou.

O recente discurso do deputado estadual Edivaldo Holanda (PSC), que não poupou adjetivos pra qualificar o secretário, incomodou muita gente. Pé no chão, Ivaldo tem sido destaque entre os secretários do prefeito Edivaldo, mas mantém a humildade e o foco no trabalho.

No comando do secretário Ivaldo Rodrigues, Feirinha de São Luís é aprovada pelo público.

A Ferinha São Luís, uma iniciativa da Prefeitura de São Luís, completou o primeiro mês de funcionamento ontem com aprovação do público que aumenta a presença a cada edição na Praça Benedito Leite.

O prefeito Edivaldo esteve no local para conversar com as pessoas e obter impressões do projeto, executado pela Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), que além de resgatar o centro histórico, contribui para elevar a renda de artesãos e produtores da agricultura familiar da ilha de São Luís.

A iniciativa reúne órgãos municipais, Banco do Nordeste, Governo do Estado,Supermercados Mateus, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Citelum e Associação Comercial do Maranhão (ACM). Apoiam ainda o evento, o Senac, a Academia Maranhense de Letras, e a Arquidiocese de São Luís.

“A Feirinha tem fortalecido a agricultura familiar, que possui presença muito forte na zona rural da Ilha. Temos investido em programas interessantes como PNAE e PAA, de aquisição de alimentos para as escolas e cestas distribuídas às comunidades carentes. Em mais esta ação damos oportunidade ao produtor de ter mais um espaço de comercialização dos seus produtos”, disse Edivaldo.

O prefeito permaneceu no local, onde chegou acompanhado da primeira-dama, Camila Holanda, durante mais de duas horas. Edivaldo percorreu a feira acompanhado ainda por parte do secretariado de governo, dos vereadores Marquinho e Raimundo Penha, e do pai, o deputado estadual Edivaldo Holanda.

O evento, que acontece aos domingos das 7h30 às 15h, auxilia na exposição e comercialização de produtos e subprodutos da agricultura familiar, como frutas, legumes, verduras, hortaliças, doces, compotas, queijos e comidas típicas do estado.

Participam da feirinha 11 polos que comercializam produtos diversos a preços competitivos distribuídos em 61 barracas, sendo 25 para produtores rurais, 25 para artesanato e 11 para gastronomia. Que vai ao local também tem como atração uma programação cultural, com acentuação folclórica no mês de junho e obras literarias.

Para os produtores e comerciantes, a Feirinha São Luís tem obtido êxito crescente.

Pela primeira vez participando do evento, a funcionária da Santa Pamonha e Mania Pimenta, Ane Pestana, elogiou a iniciativa e comemorou a aprovação pelo público presente dos produtos colocados à venda. “Estamos vendendo produtos com preços entre R$ 15 e R$ 20 e todos têm sido aceitos pela população por saber se tratar de algo diferenciado”, avaliou.

Deputado Edivaldo Holanda não mede palavras para elogiar Ivaldo Rodrigues.

O deputado Edivaldo Holanda (PTC), não mediu palavras para reconhecer o excelente trabalho do Secretário Ivaldo Rodrigues (PDT), à frente da Semapa – Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento. Em discurso, fez questão de demonstrar a admiração que tem pelo vereador desde à época que iniciou sua carreira na Câmara Municipal até a atual função, como Secretário Municipal do Prefeito Edivaldo Holanda Jr. (PDT)

“Volto para fazer um registro que considero muito importante, e de justiça. Há um jovem vereador de São Luís, que eu sempre admirei o seu trabalho na tribuna daquela casa por onde passei. E ali surgiu um jovem que eu admiro já há algum tempo pela sua luta e pelo seu trabalho desempenhado naquela casa com muita lealdade, eficiência e dedicação. Esse jovem é o vereador pelo PDT, Ivaldo Rodrigues.” Destacou o deputado.

O deputado passou a falar sobre o projeto Feirinha, e seguiu durante oito minutos, rasgando todos os elogios possíveis ao vereador, que conseguiu em pouco tempo, se tornar um dos secretários de maior destaque do prefeito Edivaldo Holanda Jr.

Depois do pronunciamento do deputado, foi uma ciumeira danada entre os secretários e até, entre vereadores da Câmara Municipal de São Luís.

Veja o vídeo abaixo.

Feirinha São Luís anima o Centro Histórico neste domingo

A Prefeitura realiza neste domingo (25) a terceira edição da Feirinha São Luís, na Praça Benedito Leite. O projeto é realizado aos domingos de 7h às 15h e reúne produtos agroecológicos, exposição e comercialização de artesanato, artes plásticas e literárias, gastronomia e apresentações culturais locais.

O projeto é idealizado pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), em parceria com o Banco do Nordeste e Governo do Estado.

Os principais objetivos são a divulgação e comercialização do que é produzido pela agricultura familiar de São Luís e a difusão da gastronomia da zona rural. Serão expostos e comercializados produtos tais como: frutas, verduras, doces, compotas e comidas produzidas na zona rural da capital.

As apresentações culturais começam cedo para animar o público. Às 8h terá roda de capoeira com o Centro de Capoeira Angola Matroá, seguida do tambor de crioula Arte Nossa; às 10h, a animação é por conta da banda do Bom Menino; na sequência, às 11h, o boi Brilhoso do Sol e Mar e logo após a quadrilha Mocinha do Sertão. Às 13h, fechando as atrações, cacuriá da Fé em Deus e depois Forró Pé Serra.com.

O novo ponto de encontro dominical, além de expor a diversidade cultural da Ilha, fomenta a economia criativa aos produtores da Grande Ilha de mais de 11 polos que oferecem seus produtos por preços justos. Serão 61 barracas, 25 para produtores rurais, 25 para artesanato e 11 para gastronomia.

São parceiros da Feirinha São Luís o Banco do Nordeste, Sebrae-MA, Senac, Academia Maranhense de Letras, Associação Comercial do Maranhão, Associação dos Moradores do Centro, Secretaria de Estado da Cultura e Turismo, Arquidiocese de São Luís, Sindicado dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de São Luís. Participam do projeto a Sub-Prefeitura do Centro-Histórico, Semmam, Secom, Iphan, Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Setur, Semosp, SMTT, Secult, Semusc / Guarda Municipal, Semurh/Blitz Urbana.

Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento abre Feirinha de São Luís

Aconteceu neste domingo (11), na Praça Benedito Leite  (Centro), o projeto Feirinha São Luís, uma iniciativa da Prefeitura por intermédio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa). O evento acontecerá todos os domingos, sempre das 7h às 15h. Com uma proposta diferenciada, reuniu produtos agroecológicos cultivados na Ilha, exposição e comercialização de artesanato, artes plásticas e literárias, gastronomia e atrações culturais.

As apresentações culturais começaram cedo e a primeira edição da feira aconteceu em clima de São João. Às 8h se apresentou o Boi de Itapera, às 9h, a Banda do Corpo de Bombeiros, seguida da Banda do 24º Batalhão de Infantaria Leve e, na sequência, às 11h, o Boi dos Sonhos. Às 13h, fechando as atrações, o Tambor de Crioula do Laborarte.

“Queremos atrair o turista aos domingos para o Centro Histórico, mostrando nossa beleza arquitetônica e toda a diversidade cultural e gastronômica da nossa terra, além de beneficiar nossos agricultores, aumentando o escoamento da produção”, disse o secretário da Semapa, Ivaldo Rodrigues.

O novo ponto de encontro dominical, além de expor a diversidade cultural da Ilha, fomenta a economia criativa aos produtores da grande Ilha de mais de 11 polos que oferecem seus produtos por preços justos. Serão 61 barracas, 25 para produtores rurais, 25 para artesanato e 11 para gastronomia, além dos modernos food trucks.

Os comerciantes que trabalharam no projeto receberam capacitação através da parceria com o Sebrae-MA, sobre boas práticas em manipulação de alimentos e atendimento ao cliente.