Bomba: Médico sem CRM-MA é denunciado por morte em maternidade ribamarense.

O médico paulista, Edison Amaral Tupinambá, residente em São Paulo, foi denunciado pelo Ministério Público pelos crimes descritos no artigo 129 – Provocar aborto sem consentimento da gestante, e pelo artigo 282 – Exercício ilegal da medicina, já que não possui cadastro no CRM-MA.

Médico é denunciado por exercício ilegal da medicina na Maternidade de São José de Ribamar

Blog do Jamys Gualhardo – O Ministério Público do Maranhão ofereceu denúncia por suposto erro médico em virtude da  negligência do médico Edison Amaral Tupinambá no parto de uma gestante que culminou no falecimento da criança, no dia 15 de fevereiro deste ano, na Maternidade Municipal de São José de Ribamar.

Em contato com a família, o blog Jamys Gualhardo , apurou que ao chegar na Maternidade Municipal de São José de Ribamar, o médico não teria dado à devida atenção, nem cuidados indispensáveis com a paciente, onde desde a entrada na maternidade não apresentava nenhuma possibilidade de realização de “parto normal”, e mesmo assim , o médico insistia na não realização do mesmo, seguindo orientação da atual direção que tenta diminuir custos para o município. A prefeitura tentou abafar o caso, que não foi divulgado pela mídia, porém a família, indignada, buscou o Ministério Público e denunciou o ocorrido.

Com a denúncia do Ministério Público, o Prefeito Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), deverá tomar algumas providências no sentido de evitar  possíveis futuros óbitos neonatais.

Segundo o Secretário de Saúde do Município, o advogado Tiago Fernandes, o  médico foi afastado desde a situação, e que uma nova licitação deverá acontecer para mudar a administração da Maternidade.

Porém a detentora principal dos serviços é a prefeitura, que deve de imediato , ser responsável pela suposta negligência adotada pelo médico no caso em questão, e que a gestante não tem qualquer responsabilidade sobre a possível problemática entre o poder público e as empresas gestoras do serviço.

A família ainda relatou que a indenização em questão, jamais suprirá a frustração do sonho que irão conviver pro resto da vida, e ainda afirmaram ao titular do blog, que querem justiça para que não aconteça novamente o que houve com elas no dia 15 de fevereiro de 2017, data que poderia ser marcada pela felicidade por resto da vida , mas será de plena tristeza, pelo sonho abruptamente interrompido.

 Confira abaixo a denúncia do Ministério Público.

Bomba! Luís Fernando vai gastar R$ 3 milhões e 360 mil com combustível

Somados o contrato de locação de 66 veículos, que é de R$ 1 milhão e 677 mil e o contrato de combustível, que é de R$ 3 milhões e 360 mil reais, no total serão gastos mais de R$ 5 milhões para garantir comodidade aos secretários que moram em São Luís.

A prefeitura deve gastar mais de R$ 20 milhões com locação de veículos e abastecimento da frota em quatro anos.

Não dá pra entender mesmo! O prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), tem repetido em todos os seus discursos que o município vive uma grande crise financeira, mas tem celebrado alguns contratos que mostram exatamente o contrário, um verdadeiro desperdício de dinheiro público.

Ontem (12), no Diário Oficial do Município, edição número 088/2017 (veja com os seus próprios olhos aqui!), foi publicado mais um desses contratos milionários, desta vez com a empresa Trivale Administração LTDA, especialista em gerenciar abastecimento de veículos em postos cadastrados.

O valor, uma verdadeira fortuna, R$ 3 milhões, 360 mil reais, deixou muitos moradores revoltados, já que Luís Fernando justifica a falta de investimento à uma suposta crise financeira.

“É revoltante ver que votamos em um prefeito que está fazendo tudo errado. O que justifica uma prefeitura gastar mais de R$ 3 milhões em gasolina? É vergonhoso!” disse o aposentado Jorge Vieira.

Contratos milionários e desnecessários tem sido a marca registrada da nova gestão Luís Fernando.

O desperdício de dinheiro público é ainda maior, pois esse contrato só foi necessário, para abastecer os 66 veículos alugados para garantir a comodidade dos secretários que moram em São Luís. O valor gasto pela prefeitura para pagar a locadora Conte, responsável pelos veículos, é de R$ 1 milhão 677 mil.

Somados os dois contratos, a prefeitura de São José de Ribamar vai gastar mais de R$ 5 milhões para manter a frota de veículos alugados e abastecidos.

Serviço porco: Reconstrução da Avenida Gen. Artur Carvalho não durou 2 meses.

Quem é obrigado a passar pela Avenida General Artur Carvalho, na região limítrofe de São José de Ribamar, tem notado a péssima qualidade dos serviços executados pela prefeitura. Em toda a extensão da avenida, o que se vê é muito buraco e lama, algo inacreditável para uma via que foi totalmente recuperada há menos de dois meses.

Em maio deste ano, as maquinas da secretaria de Obras do Município realizaram a recuperação da avenida, que liga o bairro do Miritiua à Beira rio. Nas redes sociais da prefeitura, fotos foram postadas com as seguinte informação: “Reconstrução a todo vapor no Bairro do Miritiua.”

A prefeitura não informa o valor gasto nessa operação, mas calcula-se que alguns milhares de reais viraram lama, já que dois meses após informar que a Avenida estava sendo reconstruída, quem passa por lá hoje, vê lama e buraco onde a prefeitura garante que recuperou com asfalto.

No bairro, o trabalho da prefeitura virou piada. “Estão trazendo borra de café e colocando no lugar de asfalto, é a única explicação. É só cair uma chuva que some tudo.” Ironizou Carlinhos, morador da região.

Já o comerciante José Meirelles não vê nenhuma graça no desperdiço de dinheiro. “É uma vergonha saber que o prefeito que se julgava tão sério se preste a fazer um serviço porco desse. A recuperação dessa avenida não durou dois meses, estão jogando nosso dinheiro na lama.” Lamentou o comerciante.

O serviço de péssima qualidade já foi classificado pela população, que criou até selo para reprovar: “serviço porco”

Nas redes sociais, já foi criado até um selo de qualidade para o péssimo serviço executado pela prefeitura. Quando os internautas identificam algum serviço mal feito, carimbam com o selo de “Serviço porco.”

Parece engraçado, se não fosse trágico..

Vergonha!!! Luís Fernando deixa de investir R$ 1 milhão e 600 mil em segurança para alugar 66 veiculos

Prefeito deixou de investir R$ 1 milhão e 600 mil reais em segurança para garantir aluguel de 66 carros para secretários que moram em São Luís.

O prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), vem desagrandando os moradores do municipio. No topo do ranking como a cidade mais violenta do Maranhão, e a quarta do país, o prefeito de São José de Ribamar optou por queimar R$ 1 milhão e 600 mil reais com alugueis de 66 veiculos para garantir a comodidade de funcionários, na maioria aliados politicios que moram em São Luís, e deixou de investir em ferramentas para melhorar a segurança do municipio.

Contrato entre a Prefeitura de São José de Ribamar e a Locadora de Veículos Conte

De acordo com especialistas em segurança, o valor gasto no aluguel de veiculos, no total R$ 1 milhão e 600 mil reais, daria para instalar um sistema de videomonitoramento nas principais avenidas da Sede, Jota Câmara, São Raimundo, Turíuba, Nova Terra, Jardim Tropical, Parque Jair e Parque Vitória, bairros onde os indices de assaltos são gigantescos.

O sistema de videomonitoramento iria ajudar a combater os altos índices de violência que levaram o município ao topo do ranking de cidade mais violenta do Maranhão

O sistema depois de instalado, poderia ser coordenado pela guarda municipal, ou em parceria com a Policia Militar. Mas Luís Fernando achou melhor investir na comodidade dos aliados politicos, entre eles, o companheiro tucano de Imperatriz, Daniel Souza, o sobrinho do Deputado Federal Pedro Fernandes, Tiago Fernandes, entre outras dezenas de aliados que residem em bairros nobres de São Luís e terão veiculos e combustivel  a inteira disposição.

A conta, paga pelos ribamarenses, é um dos maiores contratos de locação de veiculo de prefeitura do Estado do Maranhão e tem desagradado a opinião publica, que passa a olhar as atitudes do prefeito com desconfiança.

Bomba!!!!: Diretores denunciam abuso na Secretaria de Educação de São José de Ribamar.

Pelo que tudo indica, os Planejas realizados pelo prefeito Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), não vem agradando ninguém em São José de Ribamar. A última ação, foi ceifar o direito de férias dos Diretores de Escolas da rede municipal de ensino.

De acordo com denúncia que circula em vários grupos de whatsApp, os gestores, que tem direito garantido por Lei de 30 dias de férias, que deveriam ter iniciado dia 01 de julho, foram obrigados a preencher um requerimento na SEMED – Secretaria Municipal de Educação, e aguardar no local de trabalho, a autorização da Secretária Carla Verás, só que, ainda de acordo com a denuncia, oito dias  já se passaram e nada de autorização.

“Todos nós gestores tiramos férias no dia primeiro de julho, pois temos direito garantido por lei de gozarmos os trinta dias. Só que não!” Ironizou uma diretora, que explicou, “Carla Véras não liberou as nossas férias, tivermos que preencher um requerimento e aguardar nas escolas até que entrem em contato conosco autorizando a sairmos de férias,  mesmo tendo recebido pelas férias, e já estamos no quinto dia útil.” Explicou a diretora.

Pela lei, as diretoras deveriam gozar os trinta dias de férias deste mês de julho, porém, esse direito está sendo ceifado pela gestão do Prefeito Luís Fernando.

Na denuncia que circula nos grupos de whatsapp do município, a diretora demonstra decepção com o gestor.

“Olha, Luís Fernando está decepcionando muita gente, aqui na escola só ouço o pessoal se reclamando.” Concluiu.

O blog entrou em contato com mais de vinte Diretoras de todas as regiões do município, que confirmaram as denuncias e pediram para não terem seus nomes citados, com medo de serem exoneradas.

Bomba!!! Titara, empresa do Grupo Queiroz Galvão, que teve executivos presos na Lava-Jato, vai gerenciar Tratamento de Lixo em São José de Ribamar

Titara é uma das empresas do Grupo Queiroz Galvão, que teve executivos presos na Operação Lava Jato.

A Titara, empresa do Grupo Queiroz Galvão, que teve seu ex-presidente e diretores presos pela Policia Federal em duas  fases da Operação Lava Jato, vai receber cerca de R$ 2 milhões e 400 mil reais para executar o tratamento do lixo coletado em São José de Ribamar. O resultado da licitação foi publicado no Diário Oficial do Município, nesta terça-feira, 04.

Agentes da Policia Federal com malotes apreendidos durante 33ª fase da Operação Lava Jato

Os executivos do Grupo Queiroz Galvão, foram presos na sétima fase da Operação Lava-Jato, em 2014, e novamente na 33ª fase, batizada de “Resta Um”, a operação visava obter provas adicionais de supostos crimes de organização criminosa, cartel, fraudes licitatórias, corrupção e lavagem de dinheiro, relacionados a contratos firmados pela Queiroz Galvão.

A empresa Titara, que tenta ocultar o nome do Grupo Queiroz Galvão, chega em São José de Ribamar com a marca da Operação Lava Jato impregnado ao histórico do Grupo Queiroz Galvão.

Veja histórico de prisões de ex-executivos do Grupo Queiroz Galvão aqui.

São José de Ribamar: Denúncia faz Luís Fernando cancelar mais um seletivo.

Denúncia de Guilherme Mulato fez Luís Fernando cancelar o segundo seletivo com suspeita de irregularidade.

O prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), não anda com muita sorte. Denúncias do Blog Ribamais e de Guilherme Mulato, levaram o prefeito a cancelar, pela segunda vez, seletivo para contratação temporária de servidores.

O primeiro caso, que também foi alvo de denuncias de Guilherme Mulato, foi do Certame da Cultura, que deveria contratar 52 funcionários temporários, com salários de até R$ 2.400,00, e após denúncias de suspeita de irregularidades, levaram o prefeito de São José de Ribamar, a cancelar o edital, o que causou muita indignação aos ribamarenses. ( Relembre em: Vergonhoso! Após denúncias, Luís Fernando cancela seletivo com supostas cartas marcadas )

 “Mostramos em nossa primeira denúncia, com muita responsabilidade, a suspeita de que o prefeito Luís Fernando tinha por objetivo contratar servidores através de um edital cheio de irregularidades e com indícios de cartas marcadas, o que demonstrava má fé e total falta de respeito com o ribamarense. Com o cancelamento do primeiro edital, quem ganhou foi o povo, que hoje conta com uma oposição forte, responsável e comprometida.” Afirmou Guilherme Mulato

Cancelamento demonstra fragilidade e despreparo na nova gestão Luís Fernando.

Desta vez, Luís Fernando passou pela segunda vergonha consecutiva, e, um dia após iniciada a inscrição do seletivo para contratação de professores temporários, as denúncias de Guilherme Mulato levaram o prefeito a tomar a decisão de cancelar mais um seletivo.

“Detectamos diversas irregularidades que demonstravam claramente o desrespeito do prefeito com o povo ribamarense, e esse segundo cancelamento, mostra que mais uma vez estamos certos e a administração comandada por Luís Fernando, que tanto planejou e nada executa, completamente errada.” Destacou Mulato.

Gato por lebre

A nova administração do prefeito Luís Fernando tem decepcionado muita gente que esperava um gestor preparado, devido às dezenas de seminários intitulados Planeja, entre eles, um voltado para a Educação. Porém, vem demonstrando que os seminários de pré-campanha serviram apenas para satisfazer o seu próprio ego, e iniciar a corrida para retornar ao comando da prefeitura.

Ao longo dos primeiros seis meses de gestão, Luís Fernando acumula queda em sua popularidade em todos os setores, o que agravou ainda mais com os cancelamentos dos seletivos e com a programação junina. Mas isso é assunto para outra postagem…

Pacientes que fazem hemodiálise sofrem com descaso em São José de Ribamar.

O Jornal da Mirante, mostrou com exclusividade, denuncias de pacientes que usam o transporte da Prefeitura Municipal de São José de Ribamar para se descolar até São Luís, onde precisam fazer hemodiálise.

De acordo com o vídeo, gravado por familiares dos pacientes, desde o inicio do ano, todas as semanas eles sofrem com veículos de péssima qualidade.

“Toda semana essa Van fica no prego, aqui é um calor imenso, tudo fechado e sem ar-condicionado.” Denunciou uma usuária do transporte.

Assista a reportagem aqui.

São José de Ribamar: Dois homicídios em menos de 24 na cidade mais violenta do Maranhão

Na semana em que São José de Ribamar foi notícia no Brasil inteiro como a quarta cidade mais violenta do País, e a mais violenta do Estado, mais dois jovens foram assassinados, em um intervalo de menos de 24hs.

O primeiro crime aconteceu ontem (07), na estrada da Mata, próximo ao bairro Vila Sarney Filho. Sem identificação, o jovem foi morto após tiroteio entre rivais.

O outro caso aconteceu hoje pela manhã, próximo a Associação do Boi da Matinha, e um jovem que ainda não foi identificado também foi vítima de homicídio.

“Nossa região tem assaltos 24 horas por dia, homicídios, e todos os tipos de crime que você imaginar, e os governantes não fazem nada. Viramos refém da violência em nossa cidade.” Desabafou Gabriel Jadson.

Só em 2017, São José de Ribamar já registrou 43 mortes violentas, entre homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte..

Bomba! Luís Fernando vai gastar R$ 1 milhão e 677 mil com locação de carros para secretários que moram em São Luís.

Luís Fernando vai gastar quase R$ 2 milhões com locação de veículos.

Para garantir o conforto da maioria dos Secretários da Prefeitura de São José de Ribamar que residem em bairros nobres de São Luís, o prefeito de São José de Ribamar não está medindo esforços e vai gastar quase R$ 2 milhões de reais com a locação de veículos. O resultado da licitação foi publicado no Diário Oficial desta segunda-feira (05), e surpreendeu muita gente que tem ouvido do prefeito que o momento é de contenção de gastos. ( Veja a publicação do Diário Oficial aqui. )

Com o valor gasto em locação, Luís Fernando poderia comprar 38 veículos.

Segundo a publicação, a empresa Locadora Conte LTDA , com sede em São Luís, receberá a fortuna de R$ 1 milhão, seiscentos e setenta e sete mil, e trezentos reais pela locação de veículos que servirão aos secretários municipais e alguns assessores escolhidos à dedo.

Pra se ter uma idéia, no site oficial da empresa, dá pra consultar uma tabela de preços dos veículos. Um automóvel com ar-condicional, quatro portas, sai por R$ 110,00 a diária, aproximadamente R$ 3 mil por mês. Baseado nessa classificação de veiculo e nesses valores, o prefeito Luís Fernando conseguirá manter 45 veículos alugados por mês, durante um ano inteirinho a disposição dos escolhidos.

Se o prefeito tivesse mais zelo com o dinheiro público e resolvesse, com todo esse dinheiro, ao invés de alugar, comprar os veículos para integrar o patrimônio do município, conseguiria  adquirir 38 automóveis novinhos, todos com ar-condicionado, direção hidráulica.

Essa fortuna toda será gasta apenas com a locação de veículos, já com combustível, serão outros milhões…