Cesar Vieira X Isaac: “Porque não fui em seu evento comer espiga de milho não quer dizer que eu não esteja fazendo nada.”

Parece que o Secretário de Agricultura, Isaac Holanda, conhecido pelo seu jeito grosso, pegou em fio pelado ao criticar o  ex-vereador e atual subprefeito da Região das Vilas, Cesar Vieira (PRB). Cesar mostrou porque tem a fama de não guardar almoço pra jantar, nem mesmo quando o cardápio é milho e canjica.

Ao que tudo parece, Cesar Vieira errou o grupo de whatsapp onde pretendia dar uma “mijada” no Secretário de Agricultura de São José de Ribamar, Isaac Holanda, e, ao postar áudio, ao invés de enviar para o Grupo de secretários e subprefeitos, mandou para o Nas, grupo polêmico de São José de Ribamar.

Pelo áudio, dá pra entender que o secretário se queixou do subprefeito por não ter ido comer milho em um evento de sua pasta, e teria comentado que César Vieira não faz nada.

Direto e franco como sempre é, César disparou áudio para o secretário.  “Meu querido amigo Isac, eu não ter ido no teu evento, comer espiga de milho ou canjica,  não quer dizer que eu não esteja contribuindo com o município, com meu trabalho. Eu sei da minha devida obrigação e dos meus deveres na Região das Vilas. Eu estou em todas, conversando com a comunidade, buscando somar com a administração. Agora, porque eu não fui comer uma espiga de milho não quer dizer que eu não estou fazendo nada, que eu estou de braços cruzados.” Disse o subprefeito.

Cesar ainda alertou Isaac. “Mas tudo bem! Agora você vai fazer o seguinte, quando tiver mais um evento, eu não recebo mais nenhum convite de boca, mande o convite, entendeu? Que eu estarei lá! Se mandar, eu irei! O evento que teve no arraial da secretaria você não foi na minha barraca. Você foi? Não foi!  Eu lhe reclamei? Aqui, se for pra chamar, tem que chamar todos, todos os funcionários, não é só eu não! Você tá confundindo as coisas.” Alertou Vieira.

Ouça o áudio na integra:

Piada: Vereadora usa tribuna pra solicitar instalação de torre de internet.

Prioridade para a vereadora, é internet.

A vereadora de São José de Ribamar, Marlene Monroe, durante sessão na Câmara Municipal, usou a tribuna para fazer uma indicação no mínimo, sem graça. Sem ficar claro pra quem era a indicação, se para o Poder Público ou para as Empresas de internet, a vereadora mostrou um pecado de papel na qual solicitava instalação de torres de sinal de internet para alguns bairros.

“Acredito que as torres de transmissão banda larga irão suprir a necessidade da população local, haja vista que a era digital está em todos os cantos do Brasil, contribuindo com a informação e educação das pessoas e nada mais justo do que estender tais comodidades e serviços a todos”, reitera a vereadora Marlene.

Nas redes sociais, a parlamentar virou chacota, além de ter provocado a revolta em moradores que são obrigados a viver o descaso provocado pela ausência do poder público.

“Solicite também segurança, para podermos andar com o celular na rua, e quem sabe, acessar internet.”Disse José Crispim.

“Si polpe e nos polpe com essa idéia, procure fazer algo bem mais produtivo, isso realmente é desnecessário vereadora. Mostre trabalho.” Comentou Kyara Mayyra.

“Essa corja de vereadores de Ribamar só criam imbeneficos a nós. E a sede fica na merda.” Destacou Beto Luís.

“Isso que dá trocar votos por R$ 50 reais e eleger políticos sem conteúdo.” Disse Idelvan Paixão.

“Aproveita pra solicitar uma caixa de óleo de peroba para passar nessa cara de pau!” comentou Edson Rafael.

Em grupos de whatsApp dos bairros da Região Limítrofe, o líder comunitário Michel, demonstrou revolta com a indicação da vereadora. “Enquanto a comunidade tapa os buracos com entulho, olha a merda! Sem noção essa vereadora. Aqui tem prioridades vereadora: Feira, Praça do Rodão, Infraestrutura, Abrigo de ônibus.” Desabafou o líder comunitário.

Bomba! Luís Fernando vai gastar R$ 3 milhões e 360 mil com combustível

Somados o contrato de locação de 66 veículos, que é de R$ 1 milhão e 677 mil e o contrato de combustível, que é de R$ 3 milhões e 360 mil reais, no total serão gastos mais de R$ 5 milhões para garantir comodidade aos secretários que moram em São Luís.

A prefeitura deve gastar mais de R$ 20 milhões com locação de veículos e abastecimento da frota em quatro anos.

Não dá pra entender mesmo! O prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), tem repetido em todos os seus discursos que o município vive uma grande crise financeira, mas tem celebrado alguns contratos que mostram exatamente o contrário, um verdadeiro desperdício de dinheiro público.

Ontem (12), no Diário Oficial do Município, edição número 088/2017 (veja com os seus próprios olhos aqui!), foi publicado mais um desses contratos milionários, desta vez com a empresa Trivale Administração LTDA, especialista em gerenciar abastecimento de veículos em postos cadastrados.

O valor, uma verdadeira fortuna, R$ 3 milhões, 360 mil reais, deixou muitos moradores revoltados, já que Luís Fernando justifica a falta de investimento à uma suposta crise financeira.

“É revoltante ver que votamos em um prefeito que está fazendo tudo errado. O que justifica uma prefeitura gastar mais de R$ 3 milhões em gasolina? É vergonhoso!” disse o aposentado Jorge Vieira.

Contratos milionários e desnecessários tem sido a marca registrada da nova gestão Luís Fernando.

O desperdício de dinheiro público é ainda maior, pois esse contrato só foi necessário, para abastecer os 66 veículos alugados para garantir a comodidade dos secretários que moram em São Luís. O valor gasto pela prefeitura para pagar a locadora Conte, responsável pelos veículos, é de R$ 1 milhão 677 mil.

Somados os dois contratos, a prefeitura de São José de Ribamar vai gastar mais de R$ 5 milhões para manter a frota de veículos alugados e abastecidos.

Serviço porco: Reconstrução da Avenida Gen. Artur Carvalho não durou 2 meses.

Quem é obrigado a passar pela Avenida General Artur Carvalho, na região limítrofe de São José de Ribamar, tem notado a péssima qualidade dos serviços executados pela prefeitura. Em toda a extensão da avenida, o que se vê é muito buraco e lama, algo inacreditável para uma via que foi totalmente recuperada há menos de dois meses.

Em maio deste ano, as maquinas da secretaria de Obras do Município realizaram a recuperação da avenida, que liga o bairro do Miritiua à Beira rio. Nas redes sociais da prefeitura, fotos foram postadas com as seguinte informação: “Reconstrução a todo vapor no Bairro do Miritiua.”

A prefeitura não informa o valor gasto nessa operação, mas calcula-se que alguns milhares de reais viraram lama, já que dois meses após informar que a Avenida estava sendo reconstruída, quem passa por lá hoje, vê lama e buraco onde a prefeitura garante que recuperou com asfalto.

No bairro, o trabalho da prefeitura virou piada. “Estão trazendo borra de café e colocando no lugar de asfalto, é a única explicação. É só cair uma chuva que some tudo.” Ironizou Carlinhos, morador da região.

Já o comerciante José Meirelles não vê nenhuma graça no desperdiço de dinheiro. “É uma vergonha saber que o prefeito que se julgava tão sério se preste a fazer um serviço porco desse. A recuperação dessa avenida não durou dois meses, estão jogando nosso dinheiro na lama.” Lamentou o comerciante.

O serviço de péssima qualidade já foi classificado pela população, que criou até selo para reprovar: “serviço porco”

Nas redes sociais, já foi criado até um selo de qualidade para o péssimo serviço executado pela prefeitura. Quando os internautas identificam algum serviço mal feito, carimbam com o selo de “Serviço porco.”

Parece engraçado, se não fosse trágico..

Policia Federal cumpre mandado de busca e apreensão na residência do marido da Promotora de Justiça de São José de Ribamar

A Polícia Federal cumpriu nesta manhã (12), três mandados de busca e apreensão; um no Porto de Itaqui, um na residência do coordenador de Projetos da EMAP, Lucidio Frazão, e um na residência do diretor de Engenharia da EMAP, José Eugênio Mendonça de Araújo Cavalcante, casado com a Promotora de Justiça da Comarca de São José de Ribamar, Elisabeth Albuquerque de Sousa Mendonça.

Eugênio Mendonça e Lucidio Frazão foram proibidos de acesso ou frequência à EMAP, e também tiveram a suspensão do exercício de suas funções públicas pelo prazo de 90 dias.

A operação DRAGA, que apura fraude na licitação, execução e fiscalização da obra de dragagem de aprofundamento do P-100 ao P-104 do Porto de Itaqui em São Luís/MA, foi motivada pelo contrato de R$ 62 milhões, executado pela empresa JAN DE NUL DO BRASIL DRAGAGEM LTDA e fiscalizado pela Empresa FOTOGEO, com o custo de R$ 1.528.658,36.

NOTA – EMAP

A nota informa que nesta manhã houve o cumprimento de um mandado de busca e apreensão, referente ao processo de dragagem realizado pela empresa Jan De Nul do Brasil e serviço de batimetria realizado pela empresa Fotogeo, ambos licitados em 2014, ainda na gestão passada, e executados no começo de 2015.

Ainda segundo o comunicado, a decisão judicial refere-se a fatos que remontam ao ano de 2009, ainda em debate administrativo no âmbito do governo federal.

De acordo com a Empresa, os serviços foram concluídos e a batimetria foi homologada pela Marinha do Brasil, ressaltando, ainda, que o órgão estadual colabora com toda e qualquer investigação, reafirmando o compromisso da atual gestão com a transparência e probidade.

Vergonha!!! Luís Fernando deixa de investir R$ 1 milhão e 600 mil em segurança para alugar 66 veiculos

Prefeito deixou de investir R$ 1 milhão e 600 mil reais em segurança para garantir aluguel de 66 carros para secretários que moram em São Luís.

O prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), vem desagrandando os moradores do municipio. No topo do ranking como a cidade mais violenta do Maranhão, e a quarta do país, o prefeito de São José de Ribamar optou por queimar R$ 1 milhão e 600 mil reais com alugueis de 66 veiculos para garantir a comodidade de funcionários, na maioria aliados politicios que moram em São Luís, e deixou de investir em ferramentas para melhorar a segurança do municipio.

Contrato entre a Prefeitura de São José de Ribamar e a Locadora de Veículos Conte

De acordo com especialistas em segurança, o valor gasto no aluguel de veiculos, no total R$ 1 milhão e 600 mil reais, daria para instalar um sistema de videomonitoramento nas principais avenidas da Sede, Jota Câmara, São Raimundo, Turíuba, Nova Terra, Jardim Tropical, Parque Jair e Parque Vitória, bairros onde os indices de assaltos são gigantescos.

O sistema de videomonitoramento iria ajudar a combater os altos índices de violência que levaram o município ao topo do ranking de cidade mais violenta do Maranhão

O sistema depois de instalado, poderia ser coordenado pela guarda municipal, ou em parceria com a Policia Militar. Mas Luís Fernando achou melhor investir na comodidade dos aliados politicos, entre eles, o companheiro tucano de Imperatriz, Daniel Souza, o sobrinho do Deputado Federal Pedro Fernandes, Tiago Fernandes, entre outras dezenas de aliados que residem em bairros nobres de São Luís e terão veiculos e combustivel  a inteira disposição.

A conta, paga pelos ribamarenses, é um dos maiores contratos de locação de veiculo de prefeitura do Estado do Maranhão e tem desagradado a opinião publica, que passa a olhar as atitudes do prefeito com desconfiança.

Bomba!!! Titara, empresa do Grupo Queiroz Galvão, que teve executivos presos na Lava-Jato, vai gerenciar Tratamento de Lixo em São José de Ribamar

Titara é uma das empresas do Grupo Queiroz Galvão, que teve executivos presos na Operação Lava Jato.

A Titara, empresa do Grupo Queiroz Galvão, que teve seu ex-presidente e diretores presos pela Policia Federal em duas  fases da Operação Lava Jato, vai receber cerca de R$ 2 milhões e 400 mil reais para executar o tratamento do lixo coletado em São José de Ribamar. O resultado da licitação foi publicado no Diário Oficial do Município, nesta terça-feira, 04.

Agentes da Policia Federal com malotes apreendidos durante 33ª fase da Operação Lava Jato

Os executivos do Grupo Queiroz Galvão, foram presos na sétima fase da Operação Lava-Jato, em 2014, e novamente na 33ª fase, batizada de “Resta Um”, a operação visava obter provas adicionais de supostos crimes de organização criminosa, cartel, fraudes licitatórias, corrupção e lavagem de dinheiro, relacionados a contratos firmados pela Queiroz Galvão.

A empresa Titara, que tenta ocultar o nome do Grupo Queiroz Galvão, chega em São José de Ribamar com a marca da Operação Lava Jato impregnado ao histórico do Grupo Queiroz Galvão.

Veja histórico de prisões de ex-executivos do Grupo Queiroz Galvão aqui.

Dep. Sérgio Vieira se reúne com senador Roberto Rocha e diretor do BNB para tratar sobre empréstimo para Aciaria

Neste domingo (25), o deputado estadual Sérgio Vieira esteve reunido em São Luís com o senador da República Roberto Rocha e o diretor do Banco Nordeste do Brasil (BNB), Antônio Rosendo Júnior.

A reunião teve como objetivo agilizar o processo de liberação de empréstimo da instituição financeira à Aciaria localizada em Açailândia, para a conclusão do mega empreendimento, principalmente do setor de laminação. O valor é de 100 milhões de reais.

Dessa forma, busca-se recuperar em parte o setor siderúrgico no município e, consequentemente, no estado do Maranhão, gerando divisas para a cidade, emprego e renda para a população, e um reaquecendo a economia de forma geral.

“Com o apoio do senador Roberto Rocha, eu estive reunido com o diretor do BNB, onde mostramos a importância da liberação desse empréstimo para a Aciaria e para o setor siderúrgico. Pedimos uma atenção especial para este processo, para que voltemos a ter um setor siderúrgico forte e com isso, a geração de emprego e renda para nossa população”, destacou o legislador.

Como resultado, Rosendo Júnior garantiu que o processo de liberação do empréstimo para a Aciaria será colocado em votação nos próximos 30 dias, e sendo aprovado, o recurso será liberado.

Frente Parlamentar

No dia 19 de maio o deputado Sérgio Vieira realizou em Açailândia uma audiência pública para discutir a crise no setor siderúrgico do Maranhão. O evento que aconteceu na Câmara Municipal reuniu mais cinco deputados estaduais, o prefeito de Açailândia Juscelino Oliveira, vereadores e secretário municipais.

Na ocasião Sérgio prometeu lutar pela criação de uma frente parlamentar na Assembleia Legislativa, para debater o tema e buscar melhorias para o setor. Dez dias depois (29/06) foi criada então a “Frente Parlamentar em Defesa da Indústria Siderúrgica no Estado do Maranhão”, tendo como coordenador o próprio legislador.

Uma das atribuições da “Frente” de acordo com o artigo 2° do seu estatuto é: “Promover o intercâmbio com outas instituições e parlamentos com o propósito de fortalecer a siderurgia, para que gere mais empregos e qualidade de vida para a sociedade maranhense”.

Assim Sérgio, acompanhando do senador Roberto Rocha, esteve em reunião com o diretor do BNB, cumprindo agenda como coordenador da “Frente Parlamentar”, e apresentando a necessidade urgente do empréstimo à Aciaria, para fomentar o setor siderúrgico e minimizar os efeitos da crise econômica, principalmente referente ao desemprego.

“A frente parlamentar foi criada para buscar soluções para a crise no setor siderúrgico. E essa frente é importante porque eu como coordenador já estou tendo uma agenda em defesa desse setor. Uma das medidas debatidas na audiência pública foi dar agilidade na liberação deste financiamento para a Aciaria, e hoje estamos cumprindo mais este compromisso. Nos próximos 30 dias este processo entrará na pauta de votação para que o recurso seja liberado”, finalizou o deputado Sérgio Vieira.

São José de Ribamar: Denúncia faz Luís Fernando cancelar mais um seletivo.

Denúncia de Guilherme Mulato fez Luís Fernando cancelar o segundo seletivo com suspeita de irregularidade.

O prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), não anda com muita sorte. Denúncias do Blog Ribamais e de Guilherme Mulato, levaram o prefeito a cancelar, pela segunda vez, seletivo para contratação temporária de servidores.

O primeiro caso, que também foi alvo de denuncias de Guilherme Mulato, foi do Certame da Cultura, que deveria contratar 52 funcionários temporários, com salários de até R$ 2.400,00, e após denúncias de suspeita de irregularidades, levaram o prefeito de São José de Ribamar, a cancelar o edital, o que causou muita indignação aos ribamarenses. ( Relembre em: Vergonhoso! Após denúncias, Luís Fernando cancela seletivo com supostas cartas marcadas )

 “Mostramos em nossa primeira denúncia, com muita responsabilidade, a suspeita de que o prefeito Luís Fernando tinha por objetivo contratar servidores através de um edital cheio de irregularidades e com indícios de cartas marcadas, o que demonstrava má fé e total falta de respeito com o ribamarense. Com o cancelamento do primeiro edital, quem ganhou foi o povo, que hoje conta com uma oposição forte, responsável e comprometida.” Afirmou Guilherme Mulato

Cancelamento demonstra fragilidade e despreparo na nova gestão Luís Fernando.

Desta vez, Luís Fernando passou pela segunda vergonha consecutiva, e, um dia após iniciada a inscrição do seletivo para contratação de professores temporários, as denúncias de Guilherme Mulato levaram o prefeito a tomar a decisão de cancelar mais um seletivo.

“Detectamos diversas irregularidades que demonstravam claramente o desrespeito do prefeito com o povo ribamarense, e esse segundo cancelamento, mostra que mais uma vez estamos certos e a administração comandada por Luís Fernando, que tanto planejou e nada executa, completamente errada.” Destacou Mulato.

Gato por lebre

A nova administração do prefeito Luís Fernando tem decepcionado muita gente que esperava um gestor preparado, devido às dezenas de seminários intitulados Planeja, entre eles, um voltado para a Educação. Porém, vem demonstrando que os seminários de pré-campanha serviram apenas para satisfazer o seu próprio ego, e iniciar a corrida para retornar ao comando da prefeitura.

Ao longo dos primeiros seis meses de gestão, Luís Fernando acumula queda em sua popularidade em todos os setores, o que agravou ainda mais com os cancelamentos dos seletivos e com a programação junina. Mas isso é assunto para outra postagem…

São João 2017 – Vídeo: Arraial de Ribamar vira arena de funk

As famílias que foram ao Arraial da Sede, organizado pela Prefeitura de São José de Ribamar, tiveram uma grande surpresa, na noite desta terça-feira (21). Com pouco público, como tem sido desde que foi aberto oficialmente, quem esperava assistir a apresentação da tradicional Dança Portuguesa, ou do folclórico Boi de Matraca, se deparou com um grupo de garotas dançando funk.

Com as famosas tremidinhas e deitadas no chão, as meninas se apresentaram no melhor estilo baile funk.

Quem foi na expectativa de assistir grupos folclóricos do São João Maranhense, saiu com o batidão na mente, provavelmente decepcionados com o responsável pelo evento.

Ps: O blog respeita e admira todos os estilos de dança ou manifestação artística, porém, no São João, o público espera da Secretaria de Cultura organização no sentido de garantir a promoção de agremiações Juninas.